a palavra do Senhor é verdade - Página principal

Pai, perdoa-lhes
Pelo Pastor John

Lucas 23:32-47
32 Dois outros homens, ambos criminosos, também foram levados com ele, para serem executados. 33 Quando chegaram ao lugar chamado Caveira, ali o crucificaram com os criminosos, um à sua direita e o outro à sua esquerda. 34 Jesus disse: "Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo". Então eles dividiram as roupas dele, tirando sortes.
35 O povo ficou observando, e as autoridades o ridicularizavam. "Salvou os outros", diziam; "salve-se a si mesmo, se é o Cristo de Deus, o Escolhido."
36 Os soldados, aproximando-se, também zombavam dele. Oferecendo-lhe vinagre, 37 diziam: "Se você é o rei dos judeus, salve-se a si mesmo".
38 Havia uma inscrição acima dele, que dizia: ESTE É O REI DOS JUDEUS.
39 Um dos criminosos que ali estavam dependurados lançava-lhe insultos: "Você não é o Cristo? Salve-se a si mesmo e a nós!"
40 Mas o outro criminoso o repreendeu, dizendo: "Você não teme a Deus, nem estando sob a mesma sentença? 41 Nós estamos sendo punidos com justiça, porque estamos recebendo o que os nossos atos merecem. Mas este homem não cometeu nenhum mal".
42 Então ele disse: "Jesus, lembra-te de mim quando entrares no teu Reino".
43 Jesus lhe respondeu: "Eu lhe garanto: Hoje você estará comigo no paraíso".
44 Já era quase meio-dia, e trevas cobriram toda a terra até as três horas da tarde; 45 o sol deixara de brilhar. E o véu do santuário rasgou-se ao meio. 46 Jesus bradou em alta voz: "Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito". Tendo dito isso, expirou.
47 O centurião, vendo o que havia acontecido, louvou a Deus, dizendo: "Certamente este homem era justo".

As profundezas do pecado e ódio
As alturas de amor e graça de Deus

As profundezas do pecado e ódio
Após a flagelação, depois a zombaria dos soldados, após os gritos de "Crucifica-O", Jesus foi levado à cruz.
   
As pessoas, e os governantes zombou Dele.
35 O povo ficou observando, e as autoridades o ridicularizavam. "Salvou os outros", diziam; "salve-se a si mesmo, se é o Cristo de Deus, o Escolhido."

Os soldados escarneciam.
36 Os soldados, aproximando-se, também zombavam dele. Oferecendo-lhe vinagre, 37 diziam: "Se você é o rei dos judeus, salve-se a si mesmo".

Pilatos tentou zombar dele com a inscrição.
38 Havia uma inscrição acima dele, que dizia: ESTE É O REI DOS JUDEUS.

Até mesmo um dos criminosos crucificados com Jesus o insultavam.
39 Um dos criminosos que ali estavam dependurados lançava-lhe insultos: "Você não é o Cristo? Salve-se a si mesmo e a nós!"

A ironia - Ele era o Messias. Eles estavam crucificando o Filho de Deus.

As alturas de amor e graça de Deus
34 Jesus disse: "Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo".

Ele estava lá para trazer o perdão. Ele orou para ele, e ele morreu por isso. Ele pagou o preço pelo pecado de todo o mundo, e ele se oferece graça e perdão a todos os que se arrependem e confiam nele.

Ele não só quer nos perdoar, mas ele quer mudar o nosso coração - para tirar o pecado e ódio, e substituí-lo com o Seu amor e graça.

Somos capazes deste tipo de raiva e ódio? Bem, Tiago e João estavam.
Lucas 9:51-56
51 Aproximando-se o tempo em que seria elevado aos céus, Jesus partiu resolutamente em direção a Jerusalém. 52 E enviou mensageiros à sua frente. Indo estes, entraram num povoado samaritano para lhe fazer os preparativos; 53 mas o povo dali não o recebeu porque se notava que ele se dirigia para Jerusalém. 54 Ao verem isso, os discípulos Tiago e João perguntaram: "Senhor, queres que façamos cair fogo do céu para destruí-los?" 55 Mas Jesus, voltando-se, os repreendeu, dizendo: "Vocês não sabem de que espécie de espírito vocês são, pois o Filho do homem não veio para destruir a vida dos homens, mas para salvá-los"; 56 e foram para outro povoado.

Os dois criminosos crucificados com Jesus representam todos os povos do mundo.

Um cheio de ódio
"Você não é o Cristo? Salve-se a si mesmo e a nós!"

Um enchido com arrependimento e fé em Cristo
40 Mas o outro criminoso o repreendeu, dizendo: "Você não teme a Deus, nem estando sob a mesma sentença? 41 Nós estamos sendo punidos com justiça, porque estamos recebendo o que os nossos atos merecem. Mas este homem não cometeu nenhum mal".
42 Então ele disse: "Jesus, lembra-te de mim quando entrares no teu Reino".
43 Jesus lhe respondeu: "Eu lhe garanto: Hoje você estará comigo no paraíso".

Graça e do Amor venceram em muitos corações, mesmo no Calvário.
44 Já era quase meio-dia, e trevas cobriram toda a terra até as três horas da tarde; 45 o sol deixara de brilhar. E o véu do santuário rasgou-se ao meio. 46 Jesus bradou em alta voz: "Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito". Tendo dito isso, expirou.
47 O centurião, vendo o que havia acontecido, louvou a Deus, dizendo: "Certamente este homem era justo".



a palavra do Senhor é verdade - Página principal